domingo, 14 de fevereiro de 2010

Ideia de sucesso + Audiobook = ?


No ano retrasado, mais precisamente em outubro de 2008, eu me vi as voltas com uma ideia na cabeça e uma passagem para conhecimento nas mãos. Eis que eu tinha um microfone, o primeiro livro da saga Crepúsculo e uma vaga ideia de como se faziam audiobooks. Ler o livro em voz alta, usando inclusive de interpretação para as falas de personagens específicos e dar a cara a tapa nas tantas comunidades do orkut eram meios de conseguir que eu fosse reconhecida por alguma coisa considerada bacana, antes dos vinte anos.